The news is by your side.

Criança de 9 anos é morta por homens encapuzados após se esconder embaixo da cama

 

Homens encapuzados mataram uma criança de 9 anos dentro de casa, em Barreiros, cidade pernambucana distante 110 quilometros de Recife, Pernambuco. O pai do menino, Geovane da Silva Santos, também foi atingido no ombro pelos disparos, mas sobreviveu.

Ele diz que a execução ocorreu quando o menino tentava se esconder junto com a mãe embaixo da cama. “Disseram que era a polícia”.

Outras três crianças e a mãe do menino assassinado estavam no local, mas não sofreram ferimentos. A Polícia Civil de Pernambuco, em nota, afirmou que pai e filho foram levados para o Hospital de Barreiros.

O crime aconteceu às 21h40 de quinta (10), no Engenho Roncadorzinho, área que fica a dez minutos de carro da principal rodovia da região. Geovane, pai da criança, acredita que sete homens participaram da ação.

“Ouvi o barulho na parte de trás e fui ver o que era. Eles entraram, passaram por mim e foram para o quarto. Pegaram o menino, que estava embaixo da cama com a mãe e atiraram”, declarou.

Nesta sexta-feira, advogados da Comissão Pastoral da Terra (CPT) acompanharam Geovane durante as investigações da Polícia Civil. O pai do menino é presidente da associação dos agricultores familiares do local e já teria sido alvo de outros atentados. Como a área é  considerada de litígio agrário, de acordo com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Pernambuco (Fetape),há uma pressão para que haja uma investigação rigorosa para se chegar aos assassinos e identificar o motivo da barbárie.

Por meio de nota, a Polícia Civil disse que o delegado titular de homicídios de Palmares, Marcelo Queiroz, foi designado para apurar o fato. A Delegacia Seccional de Palmares e a Delegacia de Barreiros estão dando apoio nas investigações. A Polícia Militar também foi acionada.

O velório do menino assassinado reuniu parentes e vizinhos. Crianças levaram cartazes para mostrar a saudade do amigo. Os moradores da cidade realizaram um protesto.

 

Com informações de Diário do Nordeste

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação