The news is by your side.

Alckmin sela filiação ao PSB para ser vice de Lula nas eleições de 2022

Da Redação

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin se reuniu na manhã desta segunda-feira (7), com o presidente do PSB, Carlos Siqueira, para tratar sobre sua filiação à legenda. A conversa terminou selando a ida do ex-tucano ao Partido Socialista Brasileiro, segundo a Jovem Pan. A cerimônia de oficialização ainda não tem data marcada.

Com o acerto, o ex-tucano deve ser o vice na chapa do ex-presidente Lula (PT) na corrida pela Presidência da República em outubro deste ano. O prefeito de Recife, João Campos, e o presidente do diretório estadual do PSB, Jonas Donizette, também compareceram ao encontro. Além do PSB, Alckmin era cortejado pelo Partido Verde (PV) e pelo Solidariedade.

O PSB, porém, sempre foi o preferido dos petistas e era visto por aliados de Alckmin como o “caminho natural” a ser seguido por ele. As negociações entre Lula e o ex-governador começaram em novembro do ano passado e se intensificaram na esteira da negociação entre PT e socialistas para a formação de uma federação partidária.

Membros dos dois partidos, no entanto, disseram que o acordo “subiu no telhado”. As legendas esbarraram em impasses na escolha de pré-candidatos ao governo em Estados como Pernambuco e São Paulo. Mesmo sem filiação, o PSB assegurou ao PT que apoiará Lula “nacionalmente”, facilitando a filiação de Alckmin à sigla.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação