The news is by your side.

Ministério da Justiça determina que filme com Gentili e Porchat seja retirado do streaming

Da Redação

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria Nacional do Consumidor, determinou que o filme “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola” seja retirado das plataformas de streaming. A decisão foi publicada na manhã desta terça-feira (15), no Diário Oficial da União e comentada pelo ministro Anderson Torres nas redes sociais: “As plataformas que possuem o filme em seu portfólio devem suspender sua exibição imediatamente. O não cumprimento resulta em multa diária de R$ 50 mil”.

O longa de 2017 virou assunto nas redes sociais após uma cena protagonizada pelo ator Fábio Porchat ser filmada por um usuário da Netflix e criticada no Twitter. Além da gigante do streaming, também foi mencionado na determinação que plataformas como Globoplay, Telecine, Youtube, Apple e Amazon não devem disponibilizar o filme em seus catálogos.

Assim que a cena do longa viralizou nas redes sociais, o atual ministro da Justiça e Segurança Pública Brasil se manifestou dizendo que estava ciente “de detalhes asquerosos do filme Como se Tornar o Pior Aluno da Escola” e que tomaria “providências cabíveis”. Mario Frias, atual secretário Especial de Cultura, apoiou o posicionamento de Anderson.

A cena em questão é de cunho sexual e Porchat a protagoniza com dois atores mirins. Tanto ele quanto Danilo Gentili, que também faz parte do filme, foram acusados nas redes sociais de estimularem a pedofilia. O apresentador do “The Noite” chegou a rebater os ataques virtuais: “O maior orgulho que tenho na minha carreira é que consegui desagradar com a mesma intensidade tanto petista quanto bolsonarista. Os chiliques, o falso moralismo e o patrulhamento: veio forte contra mim dos dois lados. Nenhum comediante desagradou tanto quanto eu”.

 

Com informações de CNN

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação