The news is by your side.

Homem que estuprou e matou mãe do Sargento Vidal é condenado a 42 anos de prisão

Da redação

Adevanir Ferreira da Silva foi condenado a 42 anos de prisão em regime fechado nesta terça-feira (12.04), pela 4° Vara Criminal de Lucas do Rio Verde por ter estuprado e assassinado Silvina dos Santos Vidal, mãe do vereador Sargento Vidal (MDB). Ele foi preso no dia 27 de março de 2020.

Vidal e seus irmãos foram até a cidade acompanhar o julgamento e pedir por justiça pela sua mãe. No entanto, o parlamentar teve que retornar a Cuiabá no final da tarde, antes da sentença, pois havia agenda para cumprir.

“Tomei conhecimento agora por meio dos meus irmãos que ficaram em Lucas do Rio Verde que esse elemento pegou quatro qualificações, dentre elas homicídio e estupro. As denúncias feitas pelo Ministério Público foram acatadas pelo júri e o juiz deu a condenação que a gente esperava, 42 anos de prisão. Que apodreça na cadeia esse verme. Descobrimos que a minha mãe não foi a primeira vítima, uma mulher também chegou a denunciá-lo, alegando ter sido estuprada sob ameaça de uma faca. Então são 42 anos e a família está contente, pelo menos com o fato de ele ser punido. Que viva esse tempo para cumprir toda a sentença”, declarou o vereador.

O crime ocorreu no dia 08 de março de 2020, enquanto a idosa de 74 anos saía para fazer caminhada. O corpo de Salvina foi encontrado nu em um terreno baldio, com diversas marcas de agressões física e sexual. Câmeras de monitoramento flagraram o momento em que o agressor chegou de bicicleta e cometeu o crime.

O criminoso foi preso no dia 27 de março em uma fazenda em Santiago do Norte, vilarejo de Paranatinga, em uma ação conjunta entre a Polícia Militar e a Polícia Judiciária Civil. Ele foi levado para Lucas do Rio Verde, onde ficou à disposição da Justiça.

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação