The news is by your side.

Bolsonaro atrai milhares nas ruas e diz que trava luta do bem contra o mal

Da Redação

O presidente Jair Bolsonaro destacou, em discurso na 45ª Assembleia Geral da Convenção Geral dos Ministros das Igrejas Assembleia de Deus, que trava luta do bem contra o mal e que o governo dele trava luta contra a legalização do aborto, liberação das drogas, ideologia de gênero, e que defende a liberdade de religião, liberdade de expressão e o diretor de ir e vir.

“Nós temos um governo de um presidente que acredita em Deus, respeita os seus militares, defende a família e deve lealdade ao seu povo. O que estamos construindo é um caminho sólido, sem retorno rumo à prosperidade. Temos nosso valores, eu sou cristão, minha esposa é evangélica e os valores estão ameaçados e hoje sabemos o que fazer para preservar. O povo tem consciência da sua força”, discursou.

Bolsonaro disse ainda que a força dele vem dos seus apoiadores e ainda citou a força econômica de Mato Grosso, cuja a locomotiva é o agronegócio. Comentou sobre uma agenda em que foi discutida a necessidade do Brasil aumentar a produção de alimentos para o mundo.

“O Brasil hoje alimenta por volta de 1 bilhão de pessoas pelo mundo e sem mexer em novas área podemos dobrar essa produção e Deus nos deu essa graça. Peço mais que sabedoria, peço força para resistir e coragem para decidir”.

A agenda na Assembleia de Deus foi a última do presidente em Cuiabá. Mais cedo ele participou da solenidade de Formatura de Promoção de 506 policiais, entre oficiais e praças, no Comando Geral da PM.

Na oportunidade, Bolsonaro garantiu que irá trabalhar pela aprovação do projeto de lei no Congresso Nacional que trata sobre a excludente de ilicitude aos agentes da segurança pública, ou seja, se o policial matar alguém durante o trabalho, ele fica isento de punição.

Ele ainda defendeu que policiais militares sequer sejam processados por crimes que possam cometer durante o exercício das funções.

A primeira agenda foi o lançamento da Marcha para Jesus e de uma motociata que reuniu cerca de 400 motos.

Desde que desembarcou no Aeroporto Marechal Rondon,  muitas pessoas saíram para saldar o presidente. Ele cumprimentou as pessoas e desfilou em carro aberto, passando pela Miguel Sutil, Avenida República do Líbano, Parque das Águas e desceu até a Avenida do CPA, no Grande Templo, que tinha milhares de pessoas o aguardando.

 

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação