The news is by your side.

Procuradora esfaqueia boneco alusivo a Bolsonaro

Da Redação

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra Renata Bessa, procuradora do Estado do Maranhão, esfaqueando um boneco de Judas. Nas imagens, a mulher faz referências ao presidente Bolsonaro. O episódio ocorreu no sábado (16).

“Judas é Bolsonaro”, disse Renata, ao dar uma facada no boneco. “A gente vai malhar ele com gosto depois de ele deixar o Brasil todinho desse jeito. A gente vai malhar e vai votar certo da próxima vez”, disse Renata, no vídeo.

No Twitter, a procuradora se defendeu, ao escrever que a sua prática “é garantida pelo Estado Democrático de Direito”. Além disso, ela avisou que vai fazer um novo boneco de Judas em alusão a Bolsonaro no ano que vem.

A procuradora disse que os vídeos foram publicados na internet sem a autorização dela. “Um dos contatos, certamente com intuito de prejudicar minha imagem, editou os dois vídeos e ficou daquela maneira”, disse. “Vou tentar identificar quem agiu assim, pois expôs a mim e a minha família”.

Vídeo em que procuradora esfaqueia boneco de Bolsonaro gera reação

O deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) compartilhou o vídeo e disse que buscará a responsabilização de Renata Bessa. “Neste momento, meus advogados preparam denúncia no Ministério Público e Conselho Nacional do Ministério Público contra esta senhora, que custo acreditar seja procuradora”.

Em 2018, durante a campanha eleitoral, Bolsonaro foi esfaqueado em Juiz de Fora (MG). Até hoje o presidente enfrenta problemas de saúde em virtude do atentado cometido por Adélio Bispo de Oliveira.

Outros casos

O episódio envolvendo Bolsonaro não é o primeiro. Em 2020, o movimento Indecline, que se autodeclara “coletivo de arte”, gravou um vídeo em que o grupo joga futebol com a “cabeça” do presidente Jair Bolsonaro. O objeto ultrarrealista foi confeccionado pelo “artista” espanhol Eugenio Merino.

A publicação gerou revolta nas redes sociais. No vídeo, uma jovem rouba a cabeça de Bolsonaro de dentro de um túmulo e leva a uma quadra esportiva, onde o grupo joga futebol usando a peça.

Em outro episódio registrado por Oeste no início deste ano, um perfil no Instagram publicou um vídeo em que uma imagem do presidente Jair Bolsonaro, esculpida em uma vela, é queimada. A postagem foi feita em 1º de janeiro por Mundano, que se classifica como “artista” e “ativista”.

 

Fonte: Revista Oeste

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação