The news is by your side.

Mauro cita disputa com PT e admite aliança com Bolsonaro

Da Redação

O governador Mauro Mendes (União Brasil) afirmou na manhã desta quarta-feira (27) em entrevista coletiva durante visita a obra do novo Hospital Universitário Júlio Muller, que conversou rapidamente com Jair Bolsonaro (PL), sobre a possibilidade de o presidente apoiar sua reeleição. A conversa ocorreu durante a visita de Bolsonaro à Cuiabá no último dia (19).

“Tivemos uma conversa rápida, mas bastante amistosa. Com o Bolsonaro, estamos caminhando e construindo um projeto de possível candidatura e ele já se colocou como possível candidato. O diálogo continua, até as convenções, mas existe sim, boas possibilidades de caminharmos juntos”, afirmou.

Questionado sobre eventual aliança com o PT, o governador afirmou que, embora respeite o partido, o PT sempre se colocou como um adversário político dele, em sua trajetória. Mauro relembrou que não foi apoiado pela sigla nas últimas eleições, e que enfrentou o hoje deputado estadual Lúdio Cabral (PT), na eleição municipal que o elegeu prefeito de Cuiabá, em 2012.

“O PT sempre foi meu adversário em Mato Grosso. Quando fui prefeito de Cuiabá, o PT foi adversário, quando fui governador, o partido não me apoiou. Hoje, o PT tem dois deputados na Assembleia que são da oposição. Não tenho nenhum problema pessoal. É um diálogo respeitoso, mas de oposição. E por isso, é natural que estejamos mais próximo do campo do presidente Jair Bolsonaro do que do ex-presidente Lula”

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação