The news is by your side.

Brasileira detida na Tailândia por tráfico de drogas é condenada a 9 anos de prisão

Da Redação

A brasileira Mary Hellen Coelho Silva, de 21 anos, foi condenada a 9 anos e 6 meses de prisão na Tailândia por tráfico internacional de drogas. A informação foi divulgada por meio de um comunicado feito pela advogada de defesa, Kaelly Cavoli Moreira. De acordo com a nota, a pena foi dividida em duas partes “dois anos por crime civis, e sete anos e seis meses por crime penal”. A defesa aguada a cópia dos documentos referentes ao processo para poder estruturar os próximos passos.

Detida desde fevereiro, quando foi pega com drogas, junto a dois homens, havia especulações sobre qual seria a sentença da jovem, visto que no país há pena de morte para tráfico de drogas. Nas redes sociais, a advogada de Mary Hellen comemorou a decisão e, por meio de um vídeo, disse que “o mundo precisa ir na contramão de penas desumanas”, e complementou dizendo que “a minha alegria é que é uma pena possível de se considerar um pedido de extradição”.

Relembre o caso

Mary Hellen e mais dois homens foram presos no dia 14 de fevereiro após serem apreendidos com 15,5 quilos de cocaína, avaliados em 46,5 milhões de baht (moeda da Tailândia), o que equivale a aproximadamente R$ 7,5 milhões.  Eles saíram de Curitiba e fizeram escala em São Paulo e Doha, capital do Catar, antes de entrar na Tailândia. Com eles, foram encontrados 9 kg de cocaína e mais 6,5 kg de outra substância. Na Tailândia, o tráfico de drogas pode ser punido com a pena de morte, dependendo da quantidade de substâncias envolvida e das circunstâncias nas quais o episódio aconteceu.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação