The news is by your side.

Jovem hostilizado por defender o “agro” é homenageado

 

O estudante Vittorio Furlan Vieira, de 18 anos, que foi repreendido pelo professor depois de defender o agronegócio durante palestra da líder indígena Sonia Guajajara em uma escola de São Paulo, foi homenageado durante o Acricorte, realizado em Cuiabá, nesta quinta-feira (12).

A diretora da Acrimat, Maria Ester Fava, elogiou a coragem do jovem. “Gostaria que todos os jovens tivessem a coragem que você teve, de se levantar e tomar a rédea da situação e transformar nosso agro no que ele é de fato. De falar a verdade que vivemos. Que tenhamos mais ‘Vittorios’ em nosso meio e fora dele. Precisamos conseguir levar o agro para a cidade. E o Vittorio fez isso. Nossos agradecimentos a você. Que orgulho”, disse.

Vittorio, que vem de uma família de produtores rurais, agradeceu pelo reconhecimento. “Quero agradecer o convite. Fico muito honrado de fazer parte desse meio e conhecer o agro, que move o Brasil. Podem ter certeza de que nunca vou parar de defender o agro, pois isso é o certo para mim”, disse Vittorio, que foi aplaudido de pé por centenas de produtores rurais presentes.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação