The news is by your side.

Sobe para 25 o número de mortos durante operação do Bope no Rio de Janeiro

Da Redação

Subiu para 25 o número de mortos na operação do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) em conjunto com a PRF (Polícia Rodoviária Federal) e a PF (Polícia Federal) na Vila Cruzeiro, comunidade da zona norte do Rio, desde o início da manhã desta terça-feira (24).

Segundo informações do Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, ao menos 23 pessoas morreram na unidade. Uma delas já chegou sem vida ao ser socorrida por um motorista de uma kombi.

Entre as mortes confirmadas está de uma moradora da comunidade. Gabriele Ferreira da Cunha, de 41 anos, foi atingida por uma bala perdida quando estava dentro de casa.

Há ainda sete baleados em atendimento no mesmo hospital da região. Um dos feridos é um policial civil, que passou por cirurgia para retirar um projétil alojado no rosto, as informações são da Record TV Rio.

A operação na Vila Cruzeiro começou por volta das 4h com objetivo de prender chefes de uma das maiores facções criminosas, inclusive lideranças que atuam em outros estados.

Segundo o comandante do Bope, tenente-coronel Uirá Ferreira, houve dificuldade para a força-tarefa de mais de 80 homens entrar na comunidade, devido à presença de muitas barricadas e à forte resistência dos traficantes.

“Os criminosos se prepararam para essa ação”, disse.

O MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) confirmou ter sido comunicado pela Forças de Segurança sobre a necessidade de coletar dados sobre o deslocamento de 50 criminosos da Vila Cruzeiro para a comunidade da Rocinha, na zona sul do Rio. No entanto, durante a ação, a equipe foi atacada por diversos criminosos, o que levou ao início de uma operação emergencial.

Na ação, os policiais apreenderam 13 fuzis, 4 pistolas e 12 objetos explosivos. No local conhecido como Vacaria, os agentes encontraram 20 veículos — dez motocicletas e seis carros, que seriam usados na fuga dos criminosos.

O MPF (Ministério Público Federal) disse que vai apurar a conduta dos agentes federais durante a operação na Vila Cruzeiro.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação