The news is by your side.

Bebê de um ano é socorrido por afogamento e médicos constatam abusos sexuais

Da Redação

A morte por afogamento de uma menina de 1 ano e 8 meses fez com que a Polícia Civil descobrisse um possível crime de estupro de vulnerável, na tarde desse domingo (12), em Confresa (1.160 km de Cuiabá). A bebê que se afogou, devido a desatenção dos pais que ingeriam bebidas alcoólicas, tinha sinais de abuso sexual constatados pela equipe médica que fez o atendimento.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada por volta das 15h50,  pela recepção do hospital, que dizia que um bebê que se afogou em uma represa. Ao chegar no local, os médicos relataram aos PM que tentaram reanimar a criança, mas sem sucesso.

Durante o processo de higienização, os policiais informaram perceberam alguns sinais que apontavam que ela poderia ter sofrido abuso sexual. Corpo da menina foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia.

Polícia Civil também foi acionada para o caso. Os pais da menina foram presos em flagrante pelo crime de homicídio culposo. Ainda durante a ocorrência, um tio da criança acabou detido por omissão de socorro.

Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado. O caso segue sob investigação das autoridades da cidade.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação