The news is by your side.

TJ nega pedido de prisão domiciliar a chefe de gabinete da prefeitura

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) indeferiu o pedido de prisão domiciliar ao investigado Antônio Monreal Neto, um dos alvos da operação que afastou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). Informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do TJMT.

​Cumprindo prisão temporária, Antonio está no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC). A defesa é patrocinada pelo advogado Francisco Faiad. Segundo o Ministério Público, o acusado atrapalhou andamento da investigação.

Em sua decisão, Marcos Machado salientou que a defesa do investigado não apresentou documento apto a comprovar que o local não tem boas condições de higiene e salubridade.

“Noutro giro, o prazo da prisão temporária expira no dia 24.10.2021, considerado o transcurso do período de 5 (cinco) dias, oportunidade na qual o investigado Antônio Monreal Neto deverá ‘imediatamente ser colocado em liberdade (art. 2º da Lei n. 7960/89), caso não haja novo pronunciamento judicial’, a justificar a manutenção da custódia para a conclusão dos atos investigatórios, em especial a colheita do seu interrogatório, como consignado na decisão constritiva, explicou o desembargador ao rejeitar o pedido.

O Ministério Público e a Polícia Judiciária Civil, através do NACO (Núcleo de Ações de Competência Originária), deflagraram nesta terça-feira (19) operação relacionada a ilícitos no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá.

Houve a decretação de busca e apreensão e sequestro de bens em desfavor do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro e sua esposa, Márcia Aparecida Kuhn Pinheiro, do Chefe de Gabinete, Antônio Monreal Neto, da Secretária Adjunta de Governo e Assuntos Estratégicos, Ivone de Souza e do Ex-Coordenador de Gestão de Pessoas, Ricardo Aparecido Ribeiro, bem como de afastamento da função pública em relação a Emanuel Pinheiro, Antônio Monreal Neto e Ivone de Souza, e prisão temporária de Antônio Monreal Neto.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação