The news is by your side.

Novos radares entram em operação em Cuiabá

Os motoristas de Cuiabá devem se atentar aos seis novos pontos que contam com monitoramento eletrônico de velocidade na Capital, os radares entram em operação a partir do dia 8 de novembro. A mudança atende a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pela prefeitura junto ao Ministério Público Estadual (MPMT).

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) até a data, os motoristas que passaram pelas vias acima da velocidade permitida irão receber apenas uma notificação orientativa.

A utilização dos equipamentos de monitoramento na Capital foi efetivada após um estudo da Comissão de Análise de Acidentes de Trânsito composto pelos órgãos: Secretaria de Saúde do Município, Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), da Polícia Judiciária Civil, Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Foram quase 40 dias de teste nas vias em que os equipamentos foram instalados.

“Os radares servem para garantir a segurança da população, porque ajuda a evitar acidentes e mortes, principalmente em locais próximos a escolas, hospitais e residências. Isso é comprovado por que o índice de acidentes diminuiu. Nós estamos atendendo a um TAC do Ministério Público, assinado no ano de 2016. Todos os radares estão devidamente sinalizados e estão em fase de teste e a partir da semana que vem irão aplicar a infração a motoristas infratores”, afirma o secretário de Mobilidade, Juares Samaniego.

No total, a capital conta com 45 pontos de equipamentos de fiscalização eletrônica na capital, todos devidamente sinalizados horizontalmente e verticalmente.

Velocidade permitida nos novos radares:

Comandante Suídio x XV de Novembro: 40km/h

XV de Novembro x Suídio: 50km/h

Senador Metelo x Xv de Novembro: 40 km/h.

XV de Novembro x Senador Metelo: 50 km/h

Dom Bosco x Cmte Costa: 40 km/h

Cmte Costa x Dom Bosco: 40 km/h

As multas para quem trafegar em velocidade acima do permitido devem variar entre R$ 130,16 e R$ 880,41, além da perda de quatro a sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação