The news is by your side.

Presidente da Câmara reconhece machismo e pede desculpas para Michelly

O presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá, Juca do Guaraná (MDB), começou a sessão ordinária desta terça-feira (9) pedindo desculpas à colega Michelly Alencar (DEM), pelo ocorrido na última sessão, quando a chamou de histérica. Na ocasião, a fala de Juca se tornou o estopim para um intenso bate-boca na Casa de Leis e a sessão foi encerrada.

“Quero pedir desculpas não só a Michelly, como a todas as mulheres cuiabanas, pelo que eu disse na última sessão. Eu não estou aqui para explicar ou justificar, apenas para reiterar o meu pedido de desculpas, pois logo após a sessão eu me desculpei diante de toda a imprensa. Nesse final de semana estive refletindo o quanto o machismo cultural faz parte da nossa sociedade e, por muitas vezes, não percebemos. Eu não consigo sentir o que uma mulher sofre, mas consigo sentir um fragmento de sentimento, porque como negro, periférico, vindo de uma família pobre, sofri muito racismo, até mesmo dentro desse plenário, e entendo como é ser diminuído, destratado, inferiorizado apenas pela cor da pele”, disse Juca.

 

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação