The news is by your side.

Dilemário quer proibir banheiros unissex em creches e escolas de Cuiabá

 

A Câmara Municipal de Cuiabá recebeu na sessão ordinária desta terça-feira (16), a proposta de projeto de lei de autoria do vereador Dilemário Alencar (Podemos), que pretende proibir a instalação, a adequação e o uso comum de banheiros por pessoas de sexos diferentes em estabelecimentos públicos da capital, dentre eles escolas e creches.

“O principal objetivo é evitar a disseminação da ideologia de gênero nas escolas e creches. Eu fui um dos autores, em 2015, da emenda que proibiu a inclusão da ideologia de gênero no projeto de lei que instituiu o vigente plano municipal de educação. Os defensores dessa ideologia estão pregando a falsa narrativa que essa é uma forma de promover inclusão de igualdade entre gêneros. Um absurdo! Pois o que querem na verdade é induzir as nossas crianças que nasceram sem sexo definido. Que é natural frequentar banheiros com pessoas de sexo oposto. Inaceitável, pois isso é muito é perigoso e um desrespeito total que certamente trará graves consequência psicológicas as nossas crianças”, disse o vereador Dilemário Alencar.

O projeto de lei sendo aprovado ficará proibido à instalação, adequação e uso comum dos banheiros por pessoas de sexos diferentes, que não sejam destinados aos sexos masculino e feminino, nas escolas, creches municipais, secretarias, agências, autarquias, fundações, institutos e demais repartições públicas municipais.

“A maioria do povo brasileiro não aceita esse tipo de situação no ambiente escolar. Tem tornado comum reclamações de pais e professores que se preocupam com essa tentativa. Sem dúvida isso não pode prosperar! O cidadão, quando adulto, querer escolher um sexo diferente é livre arbítrio dele. Agora, querer ensinar nossos filhos, desde pequenos, que eles nascem sem sexo definido, e que podem usar banheiros que homens e mulheres usam ao mesmo tempo, ai não! É uma barbaridade! Por favor, deixem nossas crianças em paz”, pontuou o vereador Dilemário Alencar.

 

EstadãoMT

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação