The news is by your side.

Águas Cuiabá está proibida de realizar obras em ruas já pavimentas por 90 dias

Da Redação

 

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) editou um decreto nesta quarta-feira (1°) que proíbe a concessionária Águas Cuiabá de realizar novos serviços de implantação de rede coletora de esgotos em ruas asfaltadas pelo período de 90 dias.

“Estou assinando um decreto suspendendo por 90 dias, prorrogando para o prazo de até igual período, novas obras de implantação de redes de esgoto na Capital, até que seja reparada essa baderna”, disse Emanuel.

“Com relação a Águas Cuiabá, estou profundamente irritado com a restauração das vias em virtude da implantação da rede coletora de esgoto na Capital. Estamos fazendo uma revolução embaixo da terra em Cuiabá, já disse que até o final do meu mandato Cuiabá será uma das poucas capitais do país universalizada o saneamento básico”, reforçou.

“Entretanto, a Águas Cuiabá não está tratando Cuiabá e a gestão Emanuel Pinheiro com o respeito que merecem, estão fazendo um serviço porco, que está fazendo a prefeitura gastar duas vezes”, acrescentou o gestor.

Emanuel afirmou que a Agência Municipal de Regulações dos Serviços Públicos (ARSEC) e a Secretaria de Obras Públicas, devem fazer a fiscalização de todos os serviços prestados pela Águas Cuiabá.

“Esse decreto que estou editando nesse momento, o Stopa está fazendo um levantamento de todas as obras de recuperação de vias feitas e a qualidade dessas obras e vai junto com a Arsec identificar e notificar a Águas Cuiabá para reparar todas essas vias mal recuperadas e mal recapeadas. Daqui pra frente eles vão ter que apresentar um cronograma semanal para a Arsec e a Secretaria de Obras”, concluiu o prefeito.

 

A Águas Cuiabá se manifestou por meio de nota:

 

A Águas Cuiabá registra que o cronograma de obras anual é entregue regularmente ao ente regulador, a Arsec, sendo todas as obras executadas em vias públicas devidamente acompanhadas pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). 

Comprometida com a meta de universalizar o saneamento em Cuiabá até 2024, a Águas Cuiabá reconhece que o alto investimento impacta em um transtorno temporário à população. Entretanto, a concessionária ressalta que os benefícios para a saúde e qualidade de vida de todos os cuiabanos serão permanentes, transcendendo gerações.

A empresa esclarece que as obras contam com garantia de cinco anos. Somente em 2021, foram construídos 180 quilômetros de rede coletoras de esgoto. Qualquer inconformidade pode e deve ser alertada pela comunidade, por meio dos canais de atendimento da concessionária. Reclamações recebidas estão sendo prontamente checadas pela equipe de fiscalização de qualidade da Águas Cuiabá, que a tempo aciona as providências necessárias junto a profissionais e empresas prestadoras de serviços.

A Águas Cuiabá ressalta, inclusive, que além de ampliar a equipe de fiscalização, contratou uma consultoria externa para encontrar novas metodologias de recomposição asfáltica. 

Em 2021, já foram investidos mais de R$ 200 milhões para viabilizar o alcance da meta de 78% de cobertura de coleta de esgoto. Para garantir essa ampliação do sistema de esgotamento sanitário em Cuiabá, a concessionária atuou com cerca de 1.500 profissionais diretos e indiretos, distribuídos em quase 60 frentes de obras ao longo do ano. 

A concessionária reafirma seu compromisso em entregar a Cuiabá o melhor saneamento para o Brasil, mantendo-se à disposição do Poder Concedente e sociedade para quaisquer esclarecimentos sobre suas atividades.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação