The news is by your side.

Secretário atira e mata concunhado em casamento; ‘Não sabia que era ele’

 

O secretário municipal de Infraestrutura de Aripuanã (1.002 km a noroeste de Cuiabá), Adriano José da Silva, atirou e matou seu concunhado, Fabiano Alves da Costa, 43 anos, durante sua própria festa de casamento.

O caso foi registrado no barracão de uma igreja na Comunidade Nossa Senhora de Guadalupe, durante a madrugada deste domingo (12).

Ao portal, o secretário afirmou que atirou em seu concunhado por acidente, durante uma invasão na festa. “Seis pessoas entraram lá e quatro estavam armadas. Não sei, mas acho que queriam me matar. Eu atirei, mas não sabia que era ele (concunhado)”, disse.

Segundo o secretário, o grupo armado o teria cercado. Assustado com a situação, o gestor teria corrido até uma panela onde havia uma arma escondida.

Ao frisar que o local estava escuro, o gestor disse à reportagem que seu concunhado se aproximou por trás. Neste momento, Adriano efetuou o disparo supostamente sem reconhecer que se tratava de Fabiano.

O secretário disse ainda que, junto de seu pai, levou o concunhado até o hospital da cidade, mas a vítima não resistiu à lesão e morreu.

Um boletim de ocorrência foi registrado por homicídio. A cunhada do secretário já foi ouvida, mas o gestor não foi detido. O caso é investigado pela Polícia Civil do município.

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação