The news is by your side.

Eleições em Mato Grosso custarão R$21 milhões

Da Redação

 

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) aprovou nesta quinta-feira (16), na última sessão plenária do ano, o plano integrado das eleições gerais (presidente, governador, senador e deputados) e o valor estimado do custo é de R$ 21 milhões.

No último pleito (2020), mais de 47 mil pessoas atuaram como mesários ou colaboradores. Foram utilizadas nove aeronaves, além do emprego do efetivo total de 5.183 integrantes das forças de segurança (policiais, bombeiros, peritos e integrantes do Exército e Marinha) e de 1.322 viaturas. Tiveram 1.454 locais de votação, 6.633 seções eleitorais, 1.070 urnas de contingência e 114 locais de difícil acesso. As comunidades indígenas totalizaram 50 com 63 seções eleitorais, totalizando 12.707 eleitores indígenas.

No Estado, 1,8 milhões de eleitores já cadastraram a biometria. Atualmente, o cadastramento biométrico está suspenso por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação