The news is by your side.

Fechamento de escolas foi uma das propostas polêmicas analisadas por comissão

Da Redação

O fechamento de escolas estaduais e transformando parte delas em municipalizadas foi uma das propostas polêmicas que foram analisadas pela Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia e Desporto da Assembleia Legislativa.

O reordenamento, também chamado de redimensionamento, abrange o fechamento de escolas em prédios alugados ou considerados ociosos com realocação de estudantes e profissionais para outras unidades. O plano também tem como objetivo que as séries iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano) sejam ofertadas completamente pelos municípios até o fim de 2027, o que inclui cessão de prédios onde funcionam escolas estaduais dessas séries para gestão de prefeituras.

Em 2021 foram apreciadas 174 propostas e três audiências públicas realizadas durante o ano.

As três audiências públicas trataram sobre o Plano Estadual de Educação, de regularização e extensão das aulas adicionais dos professores efetivos, além de inserção do assistente social e do psicólogo nas unidades da rede pública educacional.

Entre as principais propostas votadas favoravelmente pela comissão foi o parecer favorável ao projeto de lei 963/2021, que autorizou patrocínio estatal a clubes de futebol de Mato Grosso, cuja lei foi sancionada em dezembro.

No fim de agosto, a comissão iniciou um ciclo de debates para buscar melhorar a qualidade da educação pública no estado. Os deputados ainda se reuniram para ter explicações a respeito de assuntos como o plano de reordenamento da Seduc, política pedagógica adotada em Mato Grosso, vacinação dos profissionais de educação e ciclo de formação humana.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação