The news is by your side.

Ao lado de ministros, Cattani anuncia abertura de 120 novas vagas em comunidades terapêuticas de MT

Coordenador da Frente Parlamentar de Prevenção e Cuidados às Drogas da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o deputado estadual Gilberto Cattani (PSL) participou de evento em Brasília, com o ministro da Cidadania, João Roma e com a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, em que o Governo Federal anunciou a abertura de 6.337 novas vagas em comunidades terapêuticas, nesta terça-feira (21).

As novas vagas, conforme a Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (Senapred) do Ministério da Cidadania, vão atender a 203 comunidades terapêuticas de todo país, incluindo Mato Grosso, em um investimento de 90 milhões por ano. No encontro, também houve a assinatura de portarias que liberam a doação de imóveis apreendidos do narcotráfico.

Presente na cerimônia de lançamento da abertura das vagas para comunidades terapêuticas, que são instituições que prestam serviços de atenção a pessoas com transtornos decorrentes do uso ou abuso de substâncias psicoativas, Cattani cobrou novas ações para Mato Grosso e foi informado pelo ministro João Roma de que o Estado será beneficiado com R$ 1,3 milhão do investimento anunciado, recurso que irá amparar em 2022, mais do que o dobro de pessoas em 2021.

“Em 2021, Mato Grosso recebeu um investimento em unidades de acolhimento no valor de R$ 546 mil. Em 2022 já conseguimos o investimento de R$ 1,3 milhão, ou seja, o Governo Federal vai destinar mais do que o dobro para salvar vidas e mudar o destino de muitas famílias de Mato Grosso que convivem com o drama das drogas”, explicou Cattani.

Ainda de acordo com a Senapred, 78 pessoas foram atendidas nas casas terapêuticas com o recurso do Governo Federal em Mato Grosso neste ano. A estimativa para 2022 é de que 198 pessoas sejam recebam esta ajuda.

Além dos dois ministros e Cattani, a solenidade ainda contou com as presenças do secretário de Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Robson Tuma, do secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, Quirino Cordeiro, do coordenador do departamento de Articulação e Projetos Estratégicos da Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (Senapred), Eduardo Cabral e do presidente da Conferência de Comunidades Terapêuticas, Edson da Costa.

Atualmente, a Senapred possui 481 contratos vigentes, com oferta de 10.627 vagas, distribuídas em todo o território nacional. Com a assinatura desta terça-feira, o número sobe para mais de 17 mil vagas custeadas pelo Governo Federal. Entre 2019 e 2021, foram atendidas cerca de 80 mil pessoas.

No evento, o ministro da Cidadania também assinou as portarias 721 e 722/2021, que regulamentam a doação, com encargos, de imóveis recebidos do Fundo Nacional Antidrogas (FUNAD) às organizações da sociedade civil que atuam na redução da demanda de drogas, além de estabelecer os mecanismos de monitoramento, acompanhamento e controle.

A frente parlamentar proposta por Cattani na Assembleia Legislativa, foi aprovada no mês de julho com o objetivo de discutir, debater, apoiar, encaminhar ações e mobilizações para a adoção de políticas públicas de enfrentamento do problema das drogas no estado.

A proposta cita a necessidade de uma maior discussão sobre o tema com os diversos segmentos ligados à política de drogas em Mato Grosso, tais como: unidades públicas de saúde, Ministério Público, Defensoria Pública, sindicatos, universidades, ouvidorias, Governo Federal e conselhos.

“O que nos motivou foi o choro de muitas mães e nós vimos isso quando visitamos uma casa de recuperação aqui da capital chamada Tenda de Abraão. Eles cuidam de quase 200 pessoas com uma situação precária que precisam de ajuda e de custeio. Mas depois que eu fiz o requerimento, as coisas começaram a melhorar e isso nos enche de esperança”, declarou o parlamentar.

No mês de outubro, Cattani promoveu na casa de leis o Fórum de Prevenção e Cuidados às Drogas com a participação de artistas, atletas, representantes do governo federal e de todos os poderes do Estado.

Na ocasião, houve a assinatura de uma carta de intenção para formalizar um Termo de Cooperação Técnica com o Ministério da Cidadania, que prevê a realização de vários programas de políticas de prevenção e enfrentamento às drogas em Mato Grosso.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação