The news is by your side.

LOA 2022 é aprovada com remanejamento de R$ 11 milhões para garantir auxílios aos vereadores

Da Redação

Vereadores de Cuiabá aprovaram a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2022 com 10 emendas modificativas que garantem o pagamento dos auxílios criados para eles mesmos na semana passada.

Com receita bruta de R$ 4,2 bilhões, a LOA foi aprovada em segunda votação com 21 votos favoráveis e 4 ausências. Em primeira votação, foram 23 votos pela aprovação, uma ausência e um voto contrário. A peça orçamentária recebeu o incremento de 191 emendas, sendo 181 impositivas e 10 modificativas.

Neste ano, cada vereador indicou até R$ 1 milhão em emendas impositivas, sendo 50% destinado à área da Saúde.

Se comparado a 2021, o orçamento do próximo exercício terá um crescimento de R$ 327 milhões. “Esse incremento está quase todo impulsionado por recursos da fonte 100, da arrecadação própria do município”, ponderou o secretário municipal de Planejamento, Eder Galiciani.

Na semana passada, os parlamentares criaram três novos auxílios que somam R$ 8 mil mensais, sem contar com a remuneração que foi reajustada em 26% e a verba indenizatória. Eles aprovaram para eles auxílio saúde no valor de R$ 1,6 mil, auxílio transporte de R$ 5 mil, e ainda auxílio alimentação de R$ 1,4 mil.

Os valores serão incorporados ao subsídio dos parlamentares, pois eles não precisam prestar contas dos gastos, pagos de forma integral e sem qualquer desconto de Previdência ou Imposto de Renda.

LOA 2022

A áreas da saúde terá orçamento de R$ 1,4 bilhão, já para a Educação, o montante é de R$ 715 milhões, sendo que no ano passado foi de R$ 618 milhões. O setor de Obras Públicas contará com R$ 705 milhões, sendo que no exercício anterior foi de R$ 787 milhões.

“Essas são as áreas prioritárias dentro do nosso planejamento de desenvolvimento da Capital. Todavia, isso não significa que as outras áreas ficarão descobertas. Precisamos desse planejamento para que o orçamento do Município continue nos trilhos e nós prossigamos com nossa política de gestão responsável”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro.

A LOA prevê ainda o repasse de R$ 68 milhões para a Câmara de Cuiabá.

Após aprovação pela maioria da Câmara de Vereadores, a peça segue para sanção do prefeito Emanuel Pinheiro, prevista para início do próximo ano. A abertura do orçamento será definida pelo chefe do Executivo Municipal.

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação