The news is by your side.

Réveillon da Chapada tem registros de desacato, ameaça, e perturbação

Da Redação

 

Mesmo debaixo de críticas, devido ao risco de contaminação da covid-19, a prefeitura de Chapada dos Guimarães realizou sua tradicional festa de Réveillon. Entre as ocorrências registradas pela Polícia Militar de Chapada estão ameaça, desacato, danos materiais e perturbação do sossego.

Em umas das ocorrências, registrada em frente à Câmara Municipal, a PM pediu ao dono de um som automotivo que o equipamento fosse desligado. A solicitação foi prontamente atendida. Porém, três indivíduos desacataram e ameaçaram os policiais.

Um dos envolvidos xingou os policiais de “porcos de farda e vagabundos”. Durante a abordagem, outro suspeito salientou que o militar “não sabia com quem estava falando”. Terceira pessoa qualificou os PMs de “vermes”.

Outro boletim de ocorrência informa sobre a prisão de um homem de 52 anos que estava jogando pedras e garrafas em casas e perturbando turistas na praça da cidade.

Ocorrência sobre danos materiais aponta acidentem de transito na rua Penn Gomes, bairro centro, envolvendo veículo Amarok e uma caminhonete não identificada. A condutora de um dos veículos, que não teve a identidade revelada, precisou ser encaminhada para atendimento médico.

Ocorrência de embriaguez ao volante também foram registradas pela Polícia Civil na rodovia MT-251.

Motociclista de 24 anos que conduzia uma Ténéré e motorista de 41 anos que conduzia um Gol foram presos em flagrante e liberados após recolhimento de fiança de R$ 1 mil.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação