The news is by your side.

Escoamento da safra de soja em Lucas do Rio Verde é garantida com conservação de estradas rurais

Da Redação

 

Com estimativa de produção de 38,14 milhões de toneladas para a safra 21/22 em Mato Grosso, os produtores luverdenses iniciam nos próximos dias a colheita da soja. Para evitar perdas ao longo do caminho, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde tem intensificado ainda mais a conservação das estradas vicinais, melhorando o transporte dos grãos.

Para conservar os cerca de600 quilômetros de vias rurais pertencentes ao Município, equipes operacionais atuam no cascalhamento e patrolamento, além da construção de caixas coletoras de água da chuva. Essas ações têm como objetivo eliminar os buracos, ondulações e melhorar a drenagem sob a pista.

O trecho mais crítico está na MT-338, a conhecida Estrada da Baiana. A rodovia pertence ao Governo do Estado, mas as ações de manutenção e conservação estão sendo executadas pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde, que está com equipes e máquinas no local para melhorar o acesso naquele trecho.

Em novembro de 2021, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde recebeu o deferimento do projeto protocolado na Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso (Sinfra) para a pavimentação da MT-338, a conhecida Estrada da Baiana. A rodovia liga o município de Lucas a Tapurah.

Segundo o Relatório Final de Projeto – RA N°374/2021/SURP, serão pavimentados 74,28 km no trecho da BR-163, próximo à Comunidade São Cristóvão, até a entrada da MT-010.

O projeto, elaborado pelos produtores da região, será enviado ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para análise e, se aprovado, será firmado convênio para viabilização de recursos para a execução da obra pela Sinfra

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação