The news is by your side.

Festas de Carnaval públicas e privadas estão proibidas em Cuiabá

Da Redação

 

As festas de Carnaval, tanto públicas quanto privadas, estão proibidas de serem realizadas em Cuiabá. Segundo o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), ele também tentará convencer os gestores municipais da baixada a cancelarem seus eventos. O motivo é a nova alta de casos do novo coronavírus (Covid-19) e também de Influenza.

“Pelo meu decreto está proibido público e privado, apesar de que o privado não é um costume em Cuiabá. E eu me preocupei em suspender porque o setor de eventos está muito penalizado, e você não organiza uma festa em quinze dias. Você se prepara meses, dois, três, quatro meses antes. Por isso eu anunciei logo no dia 1º de dezembro para que o setor de eventos não fosse pego de surpresa. Mas pelo meu decreto está suspensa qualquer atividade carnavalesca pública e privada”, explicou Pinheiro, na manhã desta segunda-feira (10).

Diferentemente do réveillon, em que Emanuel proibiu as festas públicas, mas permitiu as privadas, no Carnaval qualquer “folia” deverá ser cancelada. A reunião com os prefeitos de outros municípios para tentar convencê-los de fazer o mesmo deve acontecer na quinta-feira (13).

“Vou pedir, solicitar, vou ouvi-los também. Sei que é importante para a economia do município, para gerar emprego, gera renda, sei o quanto é importante, mas temos que pensar a que custo isso. Será que o custo de um evento desse atingir a saúde da população compensa? Claro que não”, argumentou o emedebista.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação