The news is by your side.

Abandonada, BR-364 padece com crateras no trecho entre Rondonópolis e Cuiabá

Da Redação

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) cobrou providências da concessionária Rota D’Oeste referente aos buracos e crateras na estrada entre Rondonópolis e Cuiabá. De acordo com o parlamentar, o aumento de acidentes cresce diariamente em razão da falta de manutenção e aumento de buracos na rodovia.

Thiago Silva engrossa o coro dos descontentes com a concessionária juntamente com o senador Jayme Campos (DEM) que atribuiu os postos de pedágio como “caça-níquel” e o presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi (PSB), que reclama da continuação da cobrança do trecho, mesmo com a devolução da concessão em dezembro do ano passado.

Sem nenhuma outra empresa para assumir a concessão da rodovia, hoje o usuário paga três pedágios para ir de Rondonópolis a Cuiabá, porém a pista está ficando sem condições de trafegabilidade.

“Existem dezenas de crateras enormes que fazem com que os vários caminhões que trafegam desviem na pista, o que se torna um perigo devido ao alto volume do tráfego de veículos e carretas pesadas. Precisamos que a concessionária tome providências com objetivo de evitar acidentes, salvar vidas e favorecer a logística do Estado”, disse o deputado.

O caminhoneiro Leandro Lóss relata a dificuldade que é dirigir na BR 364 neste momento, principalmente com o aumento de chuvas torrenciais. “Precisamos de soluções imediatas, pois pagamos pedágios caros e não temos estradas decentes para carregar a produção agrícola”, disse.

O deputado Thiago Silva também oficializou a bancada federal de Mato Grosso em Brasília com o intuito de que os deputados federais e senadores possam intervir junto à concessionária e sanar de vez o problema do aumento progressivo de buracos na estrada, que transporta grande parte da produção agrícola de Mato Grosso.

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação