The news is by your side.

Deputado Claudinei cobra do Governo o repasse de R$ 1 milhão à APOR de Rondonópolis

Da Redação

 

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) na última sessão plenária da Assembleia Legislativa, ocorrida na quarta-feira (16), demonstrou indignação com o governo de Mato Grosso por não ter liberado o valor de R$ 1 milhão que a Casa de Leis indicou do duodécimo e que foi devolvido à gestão estadual. A verba era para ter sido repassada à Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis (APOR) e que, até hoje, a Secretaria de Saúde de Mato Grosso (SES) não movimentou para contribuir com a instituição, que é sem fins lucrativos, de caráter beneficente e assistencial, que depende do apoio voluntário e de parcerias.

“A gente não sabe se tem motivação política em cima disso. Se é porque o secretário de Saúde vai ser candidato a deputado estadual ou se está barrando a nossa indicação ou se é porque a gente não é da base do governo ou se é porque sempre fazemos cobranças verdadeiras e sem fake news à gestão estadual e, até agora, não liberou esses recursos para nós. Então peço esse apoio para destinarmos, com urgência, esses recursos para APOR que atende pacientes oncológicos em tratamento e seus familiares”, declara o parlamentar.

Claudinei conheceu a sede da APOR, em maio do ano passado, tendo uma percepção dos trabalhos, da estrutura física e Casa de Apoio e dos projetos desenvolvidos pela instituição que atende a população das regiões sul e sudeste de Mato Grosso. Ele foi recepcionado pelo vice-presidente Adevaldo Narciso da Costa e pela gestora Silvana Faustino Santana da entidade.

Na oportunidade foi apontado a necessidade da construção de um Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer da Apor para ampliar o atendimento aos pacientes que não residem em Rondonópolis. “Foi nesse encontro que me comprometi a buscar os recursos necessários, seja por meio da Assembleia Legislativa, por emendas parlamentares ou pelo Consórcio Regional de Saúde Sul de Mato Grosso (Coress)”, lembra o parlamentar.

No mesmo mês, chegou a reunir com os representantes do Coress e da APOR para fortalecer as parcerias e apresentar o trabalho desenvolvido pela entidade. Depois, encontrou com o presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi (PSB), e formalizou o pedido para colaborar com a associação por meio de recursos oriundos do duodécimo da Casa de Leis até dar certo o repasse de R$ 1 milhão.

Estrutura

A Apor busca acolher e atender de forma humanizada os pacientes e possui centro de imagens para a realização de mamografias e de prevenção, com fisioterapia, nutricionistas e psicólogos. Desde 2012, a entidade atua em parceria com a Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis.

A associação foi fundada em 2009 e é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). Alguns projetos voluntários desenvolvidos pela instituição são os “Doutores da Alegria”, distribuição de cestas básicas, doação de cabelos para a produção de perucas, próteses de silicone, que são inseridos em sutiãs, lenços para a cabeça, entre outras iniciativas que visam contribuir com a autoestima das mulheres.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação