The news is by your side.

Dom Milton renuncia ao cargo e o pedido é aceito pelo Papa Francisco

Da Redação

O Papa Francisco acolheu, nesta quarta-feira (23), o pedido de renúncia apresentado por dom Milton Antônio dos Santos ao governo pastoral da arquidiocese de Cuiabá (MT), por motivo de idade, conforme o cânon nº 401 do Código de Direito Canônico.

O sucessor será dom Mário Antônio da Silva, atual segundo vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e bispo de Roraima.

A presidência da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) saudou o novo bispo e enviou agradecimentos ao novo bispo emérito.

Dom Milton Antônio dos Santos é o quinto arcebispo de Cuiabá. Nasceu em 23 de setembro de 1946, em Campos do Jordão (SP). Ordenou-se padre em 22 de dezembro de 1974, em Pindamonhangaba (SP), pela congregação dos Salesianos de dom Bosco. Após a vivência do noviciado em Pindamonhangaba, em 1964, fez sua profissão religiosa em 31 de janeiro de 1965.

Em 2003, dom Milton foi nomeado arcebispo coadjutor da arquidiocese de Cuiabá e, em 2004, sucedeu a dom Bonifácio como arcebispo na mesma Igreja Particular. Com a morte de dom Franco Dalla Valle, bispo da diocese de Juína, foi nomeado administrador apostólico daquela diocese, entre o período de 2 de agosto de 2007 a 12 de novembro de 2008.

Foi coordenador da Comunicação Social e da Educação e Ensino Religioso do Regional Oeste 2 da CNBB.

É autor dos livros: “Coragem de rezar”, “Perdão sem limites”, “Rezar a vida”, “Um Espiritualidade do novo milênio, todos publicados pela Editora Salesiana. Ele foi o último arcebispo a receber das mãos do então Pontífice João Paulo II o Pálio Sagrado, em Roma, no dia 29 de junho de 200

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação