The news is by your side.

Segmento de automóveis registra alta de 17,09% em MT

Da Redação

Em fevereiro, Mato Grosso emplacou 6.356 novos veículos, uma queda de 3,15% em relação a janeiro deste ano (6.563 unidades). Em relação a fevereiro de 2021, com 7.042 unidades, a queda em 2022 foi de 9,74%. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Teve alta nas vendas de automóveis (17,09%) e comerciais leves (10,39%). Juntos apresentam alta de 14,54%.

No segundo mês desse ano, a diminuição nas vendas no Estado foi maior entre os veículos pesados. O comércio de caminhões e ônibus caiu 23,02%. No segmento de implementos rodoviários, o recuo ficou em 10,85%.

Também teve queda no segmento de motos (-18,95%).

Para o diretor-presidente da Fenabrave Regional Mato Grosso, Paulo Boscolo, o comportamento em Mato Grosso é muito semelhante ao que ocorre no Brasil. “A variação para baixo foi em função do menor número de dias úteis, apenas 19 dias”, explica.

A expectativa é que duas situações impactem positivamente o mercado. Está havendo retomada da produção e teve redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados incidente em veículos). O Decreto Federal nº 10.979, anunciado pelo Ministério da Economia, em 25 de fevereiro, promoveu uma redução de 18,5% na alíquota do imposto para a nova produção. Contudo, ainda não é possível fazer projeções para o ano, pois não é possível mensurar o impacto da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Cidades-pólo

Quando observados apenas os números em cidades-pólos, os dados surpreendem em relação ao registrado no estado todo. Em Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Tangará da Serra, Sorriso, Cáceres, Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum, os dados são positivos em todos os segmentos. Em Cuiabá, por exemplo, a venda de automóveis alcançou 35,79% de aumento. Comercial leve apresentou 22,58% de alta.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação