The news is by your side.

Mauro sinaliza aliança com Bolsonaro e descarta apoio a Lula

Da Redação

O governador Mauro Mendes (UB) revelou que mesmo ainda não tendo definido se será ou não candidato e a quais alianças o União Brasil terá para a eleição de outubro, a tendência é que ele apoie a reeleição do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), no caso de uma disputa com o ex-presidente Lula (PT).

Mauro apontou que o PT faz oposição ao seu Governo e ainda relembrou uma desavença com o PT desde a sua candidatura à Prefeitura de Cuiabá, em 2016, quando enfrentou Lúdio Cabral (PT) no segundo turno.

“O PT hoje é que é minha oposição. Eu virei prefeito enfrentando um candidato do PT. Eu tenho dificuldades de achar que irei apoiar o PT, o presidente Lula. É mais fácil eu estar no campo do Bolsonaro, do que qualquer outro campo”, afirmou.

De acordo com o governador, Bolsonaro é “determinado e corajoso”. “Ele é um homem diferente. Fala bastante, tudo que pensa, e óbvio que eu tenho minhas opiniões. É um cara determinado, corajoso. Até onde sei honesto, nunca vi falar nada em termo de comportamento. E tenta fazer o melhor para ajudar o Brasil”, afirmou.

A relação de Bolsonaro com os governadores tem sido de embates desde o início da pandemia, mas Mauro vem demonstrando uma reaproximação com o presidente.

“Eu o respeito, como nosso presidente. Nunca falei mal dele, e não falo. Se eu tiver descontente voto contra, se tiver satisfeito, voto a favor dele. Enquanto governador procurei não criar conflito com ninguém. Eu sou focado no trabalho para entregar resultado”, afirmou.

A declaração corrobora a informação de bastidores da aproximação do governador com o partido do presidente, o PL. Mendes se reuniu com o presidente do PL Nacional, Valdemar Costa Neto, em Brasília, no início deste mês.

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação