The news is by your side.

Moraes atende pedido da PGR e impõe medidas cautelares contra Daniel Silveira

Da Redação

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, atendeu a um pedido da subprocuradora da República, Lindôra Araújo, e determinou medidas cautelares contra o deputado federal Daniel Silveira (UB).

Além de voltar a usar tornozeleira eletrônica, Silveira está proibido de participar de qualquer evento público no país. Na decisão, Moraes citou a participação de Silveira na cerimônia Brasil Profundo, em Londrina (PR).

“Ele voltou a proferir ataques ao STF e a seus membros, tendo discursado por seis minutos, dirigindo-se para 40 mil pessoas”, ressaltou Moraes. No evento, Silveira disse que o STF é “deficitário de pessoas que tenham bússola moral”.

Ao impôr a tornozeleira, Moraes determinou que Silveira não pode “ausentar-se da comarca em que reside, salvo para Brasília, com a finalidade de assegurar o pleno exercício do mandato parlamentar”. Por fim, o ministro adverte que o descumprimento das medidas pode acarretar o restabelecimento da prisão.

A advogado de Silveira, Paulo Faria, disse que não foi intimado da decisão de Moraes. “Ao decretar as medidas, sem ouvir a defesa, o ministro Alexandre de Moraes violou o Código de Processo Penal e a Constituição”, afirmou Faria. “A defesa, mais uma vez, não foi ouvida”.

 

Com informações de Revista Oeste

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação