The news is by your side.

Estado dá calote em hospital

A Justiça do Trabalho de Cáceres (MT) deu prazo para que o Governo de Mato Grosso apresente todos os débitos devidos à Pró-Saúde, gestora do Hospital São Luiz.

A ação foi movida pelo Sindicato dos empregados e pela Pró-Saúde para assegurar o pagamento dos funcionários. Durante a audiência realizada nesta quarta-feira (6/4), a juíza deu o prazo de 72h para o Estado se manifestar.

A Pró-Saúde aguarda o repasse dos valores devidos pelo Estado para, imediatamente, realizar o pagamento dos colaboradores do Hospital São Luiz.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação