The news is by your side.

Foragido da Justiça é morto por policial após ir a delegacia fazer registro de BO

Da Redação

A Corregedoria Geral da Polícia Civil iniciou a apuração sobre morte de Anderson Conceição de Oliveira, 32 anos, foragido da justiça, morto a tiros por um policial civil, na manhã desta sexta-feira (06), na região central da cidade.

De acordo com as informações da Polícia Civil, Anderson compareceu na manhã de hoje à Central de Ocorrências de Cuiabá, localizada no prédio da 1a Delegacia de Cuiabá, na Avenida Tenente-Coronel Duarte (Prainha), para registrar um boletim de ocorrência por extravio de documento.

Em checagem no sistema policial, foi constatado que Anderson estava com um mandado de prisão definitiva, em aberto, decretado desde o ano passado pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá pelo crime de roubo majorado, sendo considerado foragido da Justiça.

Ao ser notificado da ordem judicial, o homem saiu correndo da delegacia, em fuga, dando início a uma perseguição policial, quando ocorreu o disparo que o atingiu.

Logo após os fatos, o Samu prestou atendimento e constatou o óbito. A Delegacia de Homicídios realizou o primeiro atendimento no local e acionou a Corregedoria da Polícia Civil.

O policial que efetuou o disparo foi encaminhado para a Corregedoria Geral da instituição, onde ele será autuado em flagrante delito e também será apurada a responsabilização administrativa do servidor.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação