The news is by your side.

Dona de creche fazia criança engolir o próprio vômito

Da redação

Uma das denúncias feita contra a dona de uma creche localizada em Canarana, (823 km ao Leste de Cuiabá), conta que a mulher fazia uma das crianças que tinha refluxo engolir o próprio vômito. O caso está sob segredo de justiça.

Outras denúncias relatadas apontam que a suspeita deixava algumas crianças sem alimentação como castigo, por chorar demais. Ainda segundo informações, a dona do estabelecimento agredia as crianças com tapas, chineladas (na cabeça, nas pernas e até no rosto), e puxões de orelha.

A mulher foi presa na última segunda-feira (23) em uma residência na zona rural do município após o Ministério Público expedir mandado de prisão preventiva. Ela foi indiciada por tortura no inquérito policial.

As investigações da Polícia Civil iniciaram após denúncia feita por funcionárias do berçário e pela mãe de uma bebê de oito meses que ficava no estabelecimento. Após troca de informações, a mãe e as cuidadoras (menores de idade) decidiram fazer o boletim de ocorrência contra a proprietária.

Durante as investigações, foram colhidos vídeos da suspeita praticando as agressões contra as crianças feitas pelas funcionárias, além de fotos e relatos de sinais de agressões nas crianças, ocorridos em diversos períodos.

Com base nos elementos colhidos, o delegado Deuel Paixão de Santana encaminhou o relatório final foi encaminhado ao Ministério Público com indiciamento da suspeita.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação