The news is by your side.

Deputado Cattani vê prejuízo e quer acabar com feriado do Dia da Consciência Negra

 

Autor de vários projetos polêmicos, o deputado Gilbero Cattani (PSL) quer acabar com o feriado de 20 de novembro em Mato Grosso, dia em que se celebra o Dia Nacional da Consciência Negra. De acordo com o parlamentar, a data traz prejuízos ao comércio diante de outros feriados obrigatórios que ocorrem no mês de novembro.

No projeto, Cattani justifica que a proposta atende a um pedido da a Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) e a Associação Comercial e Empresarial de Nova Mutum (240 km de Cuiabá), cidade que abriga grande parte de seus eleitorado.

“O status de feriado influencia – e muito – na rotina econômica das cidades, afetando diversos setores com o fechamento dos comércios, bem como os prestadores de serviços, causando prejuízos econômicos, reduzindo faturamento, e impedindo a comercialização dos produtos e a realização do serviço nos feriados”, cita o texto.

Em novembro, outras 2 datas são listadas como feriados nacionais obrigatórios: Finados e a Proclamação da República. Não menos importante, o Dia da Consciência Negra é considerada uma das principais celebrações do país e é mercado pelas discussões em torno das ações para combater o racismo e a desigualdade social em mais de mil cidades brasileiras.

Durante a sessão plenária dessa quarta-feira (10), o deputado Wilson Santos (PSDB) fez um apelo para que o colega retirasse de pauta a tramitação do texto. Contudo, Cattani sequer comentou sobre o assunto. “Quero fazer um apelo ao deputado Gilberto Cattani, caçula nesta Casa de Leis. Quero falar com ele em relação ao seu projeto que propõe a nulidade da lei que criou o feriado da Consciência Negra em novembro. Esse assunto já está pacificado em Mato Grosso em mais de um década e esse dia já é feriado. Não há nenhum feriado nesse país para elogiar a história dos negros”, disparou.

 


Feriado há 19 anos
Celebramos no dia 20 de novembro o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, feriado em mais de mil cidades brasileiras e uma referência à morte de Zumbi de Palmares, negro pernambucano que nasceu livre e foi escravizado aos seis anos de idade. Foi líder do Quilombo dos Palmares e morto em 1695 na região de Alagoas.

Sua vida foi marcada pela luta contra a escravidão que terminou oficialmente 190 anos após sua morte — no dia 13 de maio de 1888 com a Lei Áurea.

O Dia da Consciência Negra marca a importância das discussões e ações para combater o racismo e a desigualdade social no país. Fala também sobre avanços na luta do povo negro e sobre a celebração da cultura afro-brasileira.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação