The news is by your side.

Detran-MT se defende e diz que não é alvo de investigação

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) esclarece que não é alvo de investigação da “Operação Francamente”, deflagrada na manhã desta quarta-feira (17.11), pelos Ministérios Públicos Estadual (MPMT) e Federal (MPF), Receita Federal e Polícia Federal nos estados do Amazonas e de Mato Grosso.

Esclarece ainda que o valor supostamente sonegado em ICMS, citado em nota divulgada pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, se refere a fato ocorrido no Estado do Amazonas. O valor estimado de R$ 16 milhões sonegado em ICMS somente em Mato Grosso, corresponde a veículos que deixaram de ser adquiridos dentro do Estado.

As investigações demonstraram que os envolvidos adquiriam os veículos em seus nomes para dar baixa nas restrições tributárias no sistema do Detran Amazonas, e não no sistema do Detran de Mato Grosso.

As baixas das restrições tributárias foram realizadas por servidores do Detran Amazonas, estado de origem dos veículos.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação