The news is by your side.

Sema e CGE aplicam pena à empresa por tentativa de fraude à licitação

 

A Secretaria de Meio Ambiente (Sema-MT) e a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) aplicaram à empresa Click TI Tecnologia Ltda EPP pena de declaração de inidoneidade para licitar e contratar com a administração pública pelo período de 1 ano e seis meses por tentativa de fraude à licitação. A sanção está disposta na Portaria nº 233/2021/CGE-COR/Sema, publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (24).

A pena é resultado de processo administrativo de responsabilização instaurado em 2016 (Portaria nº 501/20216/CGE-Sema) com base na Lei Anticorrupção (Lei Federal nº 12.846/2013) e Lei de Licitações (Lei Federal nº 8.666/1993) pelo fato de a empresa ter apresentado documento com conteúdo inverídico para participar do Pregão Presencial n. 011/2013/Sema/MT, cujo objeto era a aquisição de equipamentos storage e switch san para armazenamento de dados no valor global de R$ 660 mil.

Para credenciamento no certame, a pessoa jurídica apresentou declaração de enquadramento como empresa de pequeno porte para requerer os benefícios dispostos no Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Lei Complementar nº 123/2006).

Entretanto, o faturamento da empresa era de mais de R$ 8,4 milhões, acima, portanto, do limite estabelecido para se enquadrar como de pequeno porte, entre R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões, considerando a lei vigente à época dos fatos (ano 2013). Ou seja, a empresa apresentou documento que declarou realidade jurídica e fiscal diversa da que possuía, com o fim de obter benefícios no procedimento licitatório.

O processo administrativo para apuração de responsabilidade foi conduzido por Comissão Processante formada por três servidores da Sema.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação