The news is by your side.

China pediu para Rússia esperar Olimpíadas antes de começar guerra, diz jornal

Da Redação

Em 4 de fevereiro, dia da abertura das Olimpíadas de Inverno de Pequim, na China, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, se encontrou com o presidente chinês, Xi Jinping. Os Jogos terminaram no dia 20 e, no dia 24, a Rússia deu início à guerra na Ucrânia.

Segundo o The New York Times, as datas não são coincidência. A publicação relata que fontes europeias e do governo Biden disseram, sob condição de anonimato, que um relatório de serviços de inteligência afirma que membros do alto escalão do governo chinês pediram a altos oficiais russos que a invasão começasse só depois do encerramento do evento esportivo.

As conversas confidenciais entre Rússia e China teriam sido obtidas por serviços de inteligência, de acordo com as fontes, e circularam entre oficiais do governo Biden e seus aliados para debater quando aconteceria a invasão da Ucrânia.

A reportagem alerta ainda que não é possível precisar se Putin e Xi Jinping debateram esse assunto pessoalmente, nem quantas pessoas tiveram acesso ao relatório.

Liu Pengyu, porta-voz da embaixada chinesa nos Estados Unidos, respondeu ao The New York Times que “as afirmações [sobre o pedido para aguardar o fim das Olimpíadas para começar a guerra] seriam especulação sem nenhuma base, com a intenção de culpar e difamar a China”.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação