The news is by your side.

Facebook altera privacidade para permitir ‘mensagens de ódio’

Da Redação

A Meta, dona do Facebook e do Instagram, alterou a política de privacidade das redes sociais para permitir mensagens de ódio e violência contra soldados russos.

As informações foram reveladas na quinta-feira 10 pelo jornal britânico The Guardian a partir de e-mails internos obtidos pelo periódico.

Apenas os usuários da Europa Oriental e do Cáucaso podem utilizar as novas regras que precisam ser aplicadas dentro do contexto do conflito armado.

A liberação permite, por exemplo, que usuários peçam a morte de soldados russos. Algumas postagens violentas contra o presidente da Rússia, Vladmir Putin, também estariam sendo autorizadas.

“Como resultado da invasão russa da Ucrânia, temporariamente permitimos formas de expressão política que normalmente violariam nossas regras, como discurso de violência como ‘morte aos invasores russos’. Ainda não permitiremos apelos credíveis à violência contra civis russos”, informou a Meta em comunicado interno.

“Estamos fazendo isso porque observamos que, neste contexto específico, ‘soldados russos’ estão sendo usados como substitutos para os militares russos. A política de discurso de ódio continua a proibir ataques a russos”, completou.

Os países em que a mudança temporária está sendo aplicada são: Armênia, Azerbaijão, Estônia, Geórgia, Hungria, Letônia, Lituânia, Polônia, Romênia, Rússia, Eslováquia e Ucrânia.

O Facebook, assim como outras redes sociais como o Twitter, está bloqueado no território russo desde a semana passada, depois da aprovação de uma nova lei para combater notícias falsas.

A embaixada da Rússia nos EUA divulgou um comunicado pedindo punições para a Meta.

“A política agressiva e criminosa da Meta, que leva à incitação ao ódio e à hostilidade contra os russos, é ultrajante. As ações da empresa são mais uma evidência da guerra de informação sem regras declaradas em nosso país”, informou a nota.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação