The news is by your side.

A história de Mike, a galinha que viveu sem cabeça por um ano e meio

Da Redação

Mike, a galinha sem cabeça, em inglês “Mike the Headless Chicken”, também conhecido como “Miracle Mike”, foi uma galinha da raça Wyandotte que sobreviveu por 18 meses após seu dono cortar sua cabeça.

Em 10 de setembro de 1945, Lloyd Olsen Zweedijk estava decapitando galinhas na fazenda de sua família com sua esposa, Clara, em Fruita, no Colorado, quando uma das aves decapitadas se levantou e começou a correr pelo quintal. Chocado, Olsen colocou o frango, que ele chamou de Mike, em uma caixa na varanda e ficou ainda mais chocado ao encontrá-lo vivo na manhã seguinte. Mike sobreviveu porque a maior parte do cérebro de uma galinha está localizada na parte de trás da cabeça, atrás dos olhos. Quando Olsen o atingiu com o machado, ele arrancou a maior parte da cabeça, mas deixou a parte do cérebro que controlava a respiração, a digestão e outras funções vitais do animal.

Apesar do golpe de machado perdido de Olsen, Mike ainda era capaz de manter o equilíbrio, embora andasse desajeitadamente. Ele até tentou se enfeitar e gritar, mas sem sucesso. Vendo que a ave não morreu, o agricultor surpreso resolveu cuidar de Mike, alimentando-o com uma mistura de leite e água através de um conta-gotas, ele também retirou o muco que se acumulava em sua garganta com uma seringa, para não engasgar. Quando ele se acostumou com seu novo centro de gravidade incomum, Mike foi facilmente capaz de alcançar os poleiros mais altos por conta própria sem cair. Seu canto, porém, consistia em um gorgolejo feito com a garganta, sendo incapaz de cantar ao amanhecer. Mike passou seu tempo se arrumando e tentando bicar movendo o pescoço em busca de comida .

Olsen percebeu a raridade do caso de Mike, então ele passou os próximos 18 meses exibindo o pobre galo sem cabeça em feiras, carnavais e outros eventos públicos. O dono de Mike inicialmente cobrou 25 centavos por pessoa para exibi-lo publicamente. No entanto, no momento mais popular, o frango ganhava US$ 4.500 por mês e era avaliado em cerca de US$ 10.000. Mike ficou tão famoso que até as revistas Time e Life escreveram sobre ele. Por outro lado, o sucesso óbvio de Olsen causou uma terrível onda de decapitações de galinhas, mas nenhum deles sobreviveu mais de um dia ou dois.

Mike morreu em 17 de março de 1947, enquanto estava em turnê em Phoenix, Arizona. Olsen e sua esposa acordaram em seu quarto de hotel ao som de Mike engasgando com o muco em sua garganta. O problema é que, ao procurarem a seringa, descobriram que a deixaram acidentalmente no show onde Mike estivera em exposição no dia anterior. Incapaz de sugar o muco da garganta de Mike, eles só puderam assistir enquanto o pobre animal sufocava.Estátua de metal de Mike "the Headless Chicken" em Fruita, ColoradoEmbora sua incrível história tenha terminado décadas atrás, “Mike o Frango Sem Cabeça” não foi esquecido pelos cidadãos de Fruita, e todos os anos a cidade organiza um festival em sua homenagem, atraindo centenas de participantes de todos os Estados Unidos.
Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação