The news is by your side.

Polícia prende três por estupro e tortura de menina de 11 anos

O pai de uma criança de 11 anos foi preso nesta terça-feira (26), pela Polícia Civil, em Santa Terezinha, no nordeste de Mato Grosso, pelo crime de tortura contra a filha. Além dele, foi preso em flagrante um rapaz de 19 anos por estupro de vulnerável e a madastra da criança por omissão em relação ao estupro.

De acordo com o delegado de Santa Terezinha, Diogo Jobane Neto, as agressões contra a menor ocorreram em um assentamento na zona rural do município. A criança sofreu tortura do pai porque teria dormido fora de casa e ele ainda a agredia com frequência em ocasiões anteriores. As agressões na noite de segunda-feira foram gravadas e servirão como elementos de prova para o inquérito instaurado pela Polícia Civil.

Na noite de segunda-feira, o Núcleo da Polícia Militar recebeu uma denúncia sobre uma situação envolvendo uma menor de idade. A Delegacia da Polícia Civil foi acionada, o militar plantonista e o escrivão Deuzivan Gomes seguiram ao assentamento Porto Velho, onde realizaram as diligências e prenderam em flagrante os suspeitos.

De acordo com as informações coletadas na localidade, o pai da menina a teria agredido no meio da via pública e bateu a cabeça dela em uma estaca de madeira, depois de retirá-la de um veículo e leva-la para casa. No endereço dos responsáveis, a menor foi encontrada dormindo do lado de fora da residência com mais duas crianças.

Foi apurado que a menina e os irmãos dormiam nesse local, um barraco de tábuas e coberto apenas por palhas e sem nenhuma estrutura, porque a madrasta não queria que os menores ficassem na casa principal para ‘não bagunçar’ a residência.

Já o adulto suspeito de envolvimento com a menor foi localizado quando conduzia seu veículo e confessou que mantinha um relacionamento com a vítima e que ela era constantemente agredida e maltratada pelo pai.

Todos foram conduzidos para a Delegacia de Santa Terezinha, após procedimentos realizados pelo escrivão Deuzivan e o investigador Gildazio Gomes, os três adultos foram autuados em flagrante pelos crimes de tortura (pai da menor); estupro de vulnerável (adulto que tinha relacionamento com a menina) e a madrasta, que responderá pelo crime de estupro de vulnerável pela omissão imprópria, pois tinha conhecimento da relação da criança com o adulto.

O Conselho Tutelar foi comunicado e fez o acolhimento institucional da menina e ela foi ouvida pela equipe psicossocial do Centro de Referência em Assistência Social de Santa Terezinha.

O delegado representou pela conversão do flagrante em prisão preventiva dos três adultos, que serão apresentados em audiência de custódia da Justiça.

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação