The news is by your side.

Rússia proíbe Joe Biden e outros 962 cidadãos americanos de entrarem no país

EFE

O governo russo anunciou neste sábado (21), que bloqueou a entrada do presidente do Estados Unidos, Joe Biden, de entrar no país. A proibição, que se estende a outros 962 cidadãos norte-americanos, acontece em resposta às sanções de Washington a Moscou pelos conflitos na Ucrânia.

“Enfatizamos que as ações hostis de Washington voltarão como um bumerangue contra os EUA e serão devidamente rejeitadas”, diz comunicado do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, que também menciona que as ações buscam “forçar o regime dominante dos EUA, que está tentando impor ao resto do mundo uma ordem mundial neocolonial baseada em regras, a mudar seu comportamento e reconhecer novas realidades”. “A Rússia não busca o confronto e está aberta a um diálogo franco e respeitoso, diferenciando o povo americano, que sempre gozou de nosso respeito, das autoridades americanas, que incentivam a russofobia”, acrescenta a nota.

Além de Biden, seu filho Hunter e altos funcionários do governo americano também estão na lista bloqueio, o que inclui o secretário de Estado, Antony Blinken, o secretário de Defesa, Lloyd Austin, e o diretor da CIA, William Burns.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação