The news is by your side.

Margareth Buzetti propõe recriação de Ministério da Indústria e Comércio

Da Redação

A senadora Margareth Buzetti (PP-MT) defendeu a recriação do Ministério da Indústria e Comércio. Nesta terça-feira (14), a parlamentar protocolou uma indicação que sugere a medida ao Poder Executivo e ressaltou a importância da pasta para auxiliar no desenvolvimento da economia do país em um momento de alta na inflação, desemprego e no número de pessoas vivendo com uma renda cada vez menor.

A indicação, explica a senadora, dá ao Executivo a possibilidade de criar o ministério por meio de um Projeto de Lei ou Medida Provisória. “O ministério foi extinto no início de 2019, mas entendo que ele tem muita importância para elaborar uma política pública capaz de fazer com que a indústria possa se desenvolver. Por isso, protocolei esta indicação”, afirma a parlamentar.

Margareth lembra que a indústria é o setor que mais agrega valor à economia. Para cada R$ 1 produzido pelo setor, são gerados R$ 2,67 adicionais na economia, quase 60% a mais que a agricultura e 76% a mais que o montante gerado pelos setores de comércio e serviços. “Isso sem contar a demanda que o avanço da indústria cria, com a necessidade de investimentos em infraestrutura, logística, gerando ainda mais empregos e renda para a população brasileira”.

Atualmente, um a cada cinco empregos formais é gerado pela indústria. A participação do setor no Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de toda a riqueza produzida pelo país, é de 22,2% e 32% de todos os tributos federais são arrecadados pela indústria. “Sob qualquer ponto de vista, não há como negar a importância do setor industrial para o Brasil. E isso precisa ser acompanhado de perto pelo governo, o que só será possível com a criação do ministério”, pontua Buzetti.

No Brasil, o Ministério da Indústria e Comércio foi criado em 1960, durante o governo de Juscelino Kubitschek e extinto pela primeira vez na gestão do ex-presidente Fernando Collor de Melo. A pasta foi recriada em 1992, quando o país era governado pelo ex-presidente Itamar Franco.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação