The news is by your side.

Turista é espancado e queimado vivo após ser confundido com um ladrão de criança no México

Da Redação

Um homem de 31 anos, identificado como Daniel Picazo, foi linchado e queimando vivo em Papatlazolco, no México, na sexta-feira (10), após rumores sobre uma tentativa de roubo de criança circular pelo Whatsapp e gerar a revolta dos moradores da região que capturaram Daniel Picazo, o espancaram, tacaram gasolina e o queimaram vivo.

Policiais e paramédicos estiveram no lugar e tentaram ajudar o homem, mas foram impedidos pelos moradores que não permitiram que eles passassem e chegassem até Daniel, e quando chegaram ele não apresentava mais sinais vitais.

A irmã de Daniel fez uma postagem no Facebook. “Descobrir como tiraram sua vida me causa a maior repulsa pelas pessoas que injustamente fizeram isso sem saber que você era um profissional, um amante das viagens e da vida, com um futuro brilhante. Voe alto meu Dany, confio que Deus fará justiça a todas aquelas pessoas que cortaram suas asas”, escreveu.

Segundo o jornal El Universal, a vítima era um advogado que estava visitando a cidade. Moradores relataram que um áudio circulou pelo Whatsapp alertando as famílias para cuidarem de seus filhos porque desconhecidos estavam na cidade e tinham a intenção de levar as crianças. Essa não é a primeira vez que um caso como esse acontece no México.

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação