The news is by your side.

Russi volta a criticar Rota do Oeste e dispara: “É um roubo o que estão fazendo”

O presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), deputado estadual Max Russi (PSB), voltou criticar a Rota do Oeste, que detém a concessão da BR-163, em Mato Grosso. Segundo o parlamentar, a Casa de Leis deve recorrer à Justiça para tentar interromper a cobrança de pedágio na via.

Conforme Russi, a empresa não tem cumprido o contrato de concessão, pois a duplicação no trecho sentido Posto Gil, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde deveria estar pronta desde 2019, mas até o momento não foi concluída.

“Essa é uma das nossas propostas [acionar a Justiça]. Não é justo que não se execute a obra e continue cobrando pedágio. Se vai se fazer outro chamamento, outro processo, que pare de cobrar o pedágio. É um roubo o que estão fazendo com o cidadão”, disse o presidente.

Além disso, o deputado pretende instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na ALMT para apurar a concessão da BR-163 à Rota do Oeste.

“É um BR que é dentro do nosso estado, que foi dada uma concessão, que está faturando aí mais de R$ 500 milhões, por ano, cobrando pedágio, que toda semana você vê um acidente, uma insegurança muito grande”, pontuou.

 

Comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação